O INÚTIL É BELO

O inútil é belo porque é menos real que o útil, que se continua e prolonga, ao passo que o maravilhoso fútil, o glorioso infinitesimal fica onde está, não passa de ser o que é, vive liberto e independente. O inútil e o fútil abrem na nossa vida real intervalos de estática humilde. Quanto não me provoca na alma de sonhos e amorosas delícias a mera existência insignificante dum alfinete pregado numa fita! Triste de quem não sabe a importância que isso tem!

Fernando Pessoa – Livro do Desassossego.

Você encontra no Portal Domínio Público não só os livros de Fernando Pessoa, mas milhares de livros para baixar, são todos gratuitos!

Comentários